Translate

Translate

sábado, 10 de novembro de 2012

Pedal ando até Aivados

Quarteira -Aivados (ir e voltar)

1 dia

203 kms.

15 de Setembro 2012


O dia amanheceu quente e solarengo como se o verão ainda estivesse a meio. O Carlos Bernardo  e eu na realidade andamos metidos no "LSD" eu explico; é mais ou menos isto, "long and slow distances" e  tinhamos combinado depois de agosto  ir até Aivados por nada de especial, apenas pedalar cerca de 200 kms. Embora a aldeia só por si tenha uma história singular por ser uma "aldeia comunitária"  e como tal regida de forma diferente, talvez única em Portugal.
Acabamos por saír de Quarteira já depois das 9 hs. e com o calor já forte,em direcçâo ao destino pela EN125, perto de  Messines uma reparação na corrente(elo de corrente aberto)e lá fomos pela EN 264
 
 
hoje mais conhecida por IC1. Passando por Sº. Marcos, Stª. da Serra, e Aldeia de Palheiros por volta da 1h da tarde e muita água bebida fomos almoçar no já habitual "restaurante nefama", o prato do dia ensopado de borrego estava uma maravilha.
 
 
Forças retemperadas, chegar a Aívados eram apenas cerca de mais 20 kms., lá fomos nós com um calor terrivel até ao destido que por volta da 3 horas da tarde era de esperar nem viva alma por terras do Alentejo, apenas o bar da associação estava aberto e meia duzia de pessoas por lá, aproveitados para comprar água fresquinha e toca andar para o Algarve.
 
 
 
O percurso de volta foi o mais dificil a temperatura estava muito acima dos 30º, o calor obrigou a baixar o ritmo pois tornava-se dificil respirar com o ar tão quente que se sentia, claro que fomos parando para nos alimentarmos e beber liquidos. Chegámos a casa por volta das 20 horas. Nestas andanças de "LSD" não é fácil encontrar quem se disponha a pedalar/partilhar tanto tempo e companhia é fundamental.
Uma palavra de agradecimento ao meu amigo Carlos Bernardo pelo companheirismo. Pedalámos pouco mais de 8 horas, o resto foi conversa
 
Até lá façam favor o favor serem felizes, e digam qualquer coisinha.
 
 
 
 
 
 

1 comentário:

Dario Martins disse...

Grande Apolinário, isto deve ter sido uma bela volta! Qualquer dia tenho de alinhar numa destas. Abraço.